Mulher morre vítima de bala perdida e deixa duas filhas pequenas

Uma mulher de 37 anos, Quetilene Soares de Souza, foi fatalmente atingida por um tiro no pescoço na tarde de quinta-feira (20), em Duque de Caxias, Baixada Fluminense. A vítima, que deixou duas filhas de 2 e 7 anos, foi atingida ao verificar a presença do marido em um bar próximo à sua casa.

Policiais militares relataram que foram atacados por criminosos enquanto patrulhavam a Comunidade do Dique, resultando em um confronto. Após o cessar-fogo, souberam que Quetilene havia sido baleada e a levaram ao Hospital Moacir do Carmo, onde ela faleceu.

As armas dos policiais envolvidos foram apreendidas para perícia. Quetilene, supervisora de uma empresa de odontologia, era conhecida por sua dedicação ao trabalho e à família. Amigos e familiares a descreveram como uma mãe extremamente dedicada.

O enterro está marcado para amanhã (22), às 12h, no cemitério Raiz da Serra, em Piabetá, município de Magé. A investigação está em andamento para esclarecer as circunstâncias do disparo fatal.