Prefeitura desapropria terreno do Gasômetro para construção do estádio do Flamengo

O Flamengo avançou significativamente na construção do seu próprio estádio ao apresentar ao prefeito Eduardo Paes um estudo de viabilidade para a arena no terreno do Gasômetro, recentemente desapropriado pela prefeitura do Rio de Janeiro.

De acordo com informações do ge, que teve acesso às imagens do estudo, o projeto ainda não é definitivo e pode sofrer alterações até a fase de construção. O terreno do Gasômetro, localizado próximo à Rodoviária Novo Rio e ao Terminal Intermodal Gentileza, possui uma área de 88,3 mil metros quadrados.

O projeto do Flamengo prevê a construção de um estádio com capacidade para 80 mil pessoas, adotando uma arquitetura mais vertical, similar ao Santiago Bernabéu do Real Madrid. Também está incluída no plano a criação de um setor popular.

A diretoria do clube estima que o investimento necessário para a construção do estádio será entre R$ 1,5 bilhão e R$ 2 bilhões. Para arrecadar a maior parte dessa quantia, o Flamengo planeja vender os naming rights do estádio e o potencial construtivo da Gávea.